quarta-feira, agosto 26, 2009

Quiosques - parte II


Chove no Rio de Janeiro.Faz frio lá fora e dentro da minha alma.Minha rua amanheceu mais triste.Olhei para os lados e não vi os meus amigos rotineiros.Beto(o relojoeiro),não estava mais lá,o livreiro também não e os outros amigos que não sei os nomes,mas que diariamente me sorriam e diziam um largo "Bom dia",tmbém não se encontravam.O dia estava condizente com o meu estado psicológico.Não dormi,pensando naquelas pessoas tão frágeis que perdera no dia anterior os seus pertences e o local de trabalho.Como estão se sentindo ? E eu ? Sem poder fazer nada diante do caos instalado.Vejo uma pequena notícia no jornal "O Globo",como se o mesmo estivesse feliz com o ocorrido.Ouço da boca de alguns vizinhos : Ainda bem que acbaram com eles,pois não quero morar no meio de uma favela.Meus ouvidos estalavam com estas palavras tão cruéis e desumanas.Só desejo que,essas pessoas,se posso chamá-las assim tenham um final bem parecido.Mas é assim...Cada um dá o que tem...ufa!Chega dessa gente fria,inócua e sem coração...não vale a pena!
Ao prefeito,esse pra mim ,foi deletado e toda a corja dele.Nem lixo são,pois o lixo pode ser reaproveitado como adubo e eles não.

Um comentário:

Simples assim... disse...

que triste............

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...