sábado, abril 10, 2010

Chuvas destruidoras.De quem é a culpa ?


Chuva torrencial, desabamentos, enchentes, carros alagados, vítimas fatais, prejuízos financeiros, pânico e medo. O carioca não precisa esperar mais nada, os céus já mandaram o seu recado. O problema é que nós insistimos em não entender a mensagem e não temos disciplina para fazer a lição de casa. É óbvio que o volume de chuvas foi absurdamente superior às médias históricas nessa época do ano, principalmente porque foi forte, intermitente e por várias horas. Isso, entretanto, mostra o grau crítico em que a cidade se encontra, com várias deficiências perceptíveis ao olhar de qualquer cidadão. Não é necessário fazer uma lista dos problemas, todo leitor tem a sua e ela não é pequena. As autoridades do Rio têm as suas responsabilidades, embora não necessariamente têm culpa absoluta, em face dos anos sucessivos de maus governos e da deficiência em investimentos de infraestrutura.

Mas cada um de nós também tem a sua parcela de culpa, posto a falta de cidadania e de bons hábitos de urbanidade. Vi que 37% de todo o lixo recolhido na cidade é retirado das ruas, enquanto que nas capitais europeias, esse índice é ao redor de 5%. A falta de escoamento da chuva, em boa medida, é consequência da falta de educação, do papel jogado na calçada e do lixo desovado nos terrenos baldios. O resultado são os bueiros entupidos, os rios transbordados, as ruas inundadas. E a natureza dá o seu troco ao cidadão.

A primeira, mais importante e mais barata solução para tudo isso, é a educação, por meio do ensino da cidadania. Medida concreta é a reciclagem do lixo, que não apenas diminui os problemas ocasionados pelas tempestades, mas gera empregos e matéria-prima para o reaproveitamento econômico. É necessário que as autoridades façam a sua parte e cada um de nós também.

quarta-feira, abril 07, 2010

Não suporto gente alienada


Estou esgotada de ver tanta gente alienada ou se fazendo de alienada.Nunca sabem de nada e ficam buscando informações através de outras pessoas.Uma característica delas,baseia-se no egoismo.São demais!Só visualizam suas próprias vidas sem no entanto,se preocuparem com outras pessoas.São uns verdadeiros sanguessugas de idéias.Na minha escola (onde trabalho) é o que mais tem.Isso me irrita profundamente,além do nojo que sinto.São pessoas mal informadas,metidas a "cult" e que depois que,sugam informações e idéias,ficam bem equipadas pra se exibirem perante a chefia.
Eu prometi a partir de agora,manter-me calada e não passar mais nada para esses seres inescrupulosos.E tenho dito!

terça-feira, abril 06, 2010

Chuva forte arrasa o Estado do Rio de Janeiro


Há cerca de uns 30 anos não chove tão forte no Rio de Janeiro.É preocupante,vermos bairros nobres e não tão nobres,invadidos de tanta água.Os serviços públicos e particulares estão com os atendimentos suspensos e a prefeitura decretou estado de calamidade pública.Os rios transbordam e as marés estão altas.As áreas de encostas estão sendo monitoradas por causa das quedas de barrancos.Oitenta pessoas mortas,por enquanto, e um bebê apareceu morto na zona oeste.
Desta vez,não podemos culpar a prefeitura ou o governo estadual,pois o que se percebe,é o lixo que a população joga nas ruas que é o responsável pelo entupimento dos bueiros e dos canais pluviais. A população carioca e fluminense é bastante relaxada nesse aspecto.Quanto as pessoas morarem em encostas,aí sim,é falta de uma política habitacional correta.Gasta-se tanto dinheiro com shows,besteiras mil e não têm dinheiro pra colocar as pessoas mais carentes em lugares seguros de moradia.
Quando eu viajo,vejo tantas terras abandonadas ao acaso ,e improdutivas de dar dó.Por que não oferecem essas mesmas terras para as pessoas morarem e plantarem,tornando esses terrenos produtivos ?
É a ganância do nosso governo...Esse país.não é sério !
Resultado,não pode chover no Brasil.É um arraso total,vide também São Paulo,onde constantemente é vítima desses transbordamentos.
Junta a falta de cultura ambiental com o descaso proposital de um governo sórdido e dá nisso.Eles mesmos,safados e corruptos estão na segurança dos seus lares,comendo e bebendo às nossas custas,talvez até sorrindo da nossa má sorte ou usando esses episódios como uma manobra política-eleitoral.Isso é uma vergonda,como diz,Bóris Casoy!

Espancamento de diretora escolar - parte II


Um aluno de 12 anos e sua mãe podem responder por agredir fisicamente a diretora da Escola Municipal General Humberto de Souza Mello, em Vila Isabel, dia 29. Eles ainda podem ser responsabilizados por depredação do patrimônio público, injúria e desacato. Inquérito criminal foi aberto pela delegada Leila Goulart, titular da 20ª DP (Vila Isabel). Para garantir a segurança na unidade, guardas municipais foram deslocados para dentro da unidade e uma patrulha do 6º BPM (Tijuca) vigia a porta do colégio desde ontem.

Conforme O DIA noticiou ontem, com exclusividade, no dia 29, a diretora M. apartou a briga entre dois alunos e chamou a mãe de um deles na escola. Segundo a delegada Leila, antes da chegada da mãe, o jovem, morador do Morro da Mangueira, começou a destruir vidraças com pedradas.

Contrariada com a repreensão pelo comportamento do filho, a responsável xingou a professora e arrancou os fios do telefone. O menino bateu na diretora. “Em vez de a mãe chamar a atenção do filho, fez o contrário: invadiu a sala da secretaria aos gritos, começou a quebrar as coisas, e insuflou os colegas de sala do filho, que começaram a aplaudi-la e também depredaram a escola”, contou a delegada Leila.

DEPOIMENTOS HOJE

Abalada, a diretora entrou de licença médica e não registrou a violência física. Hoje, às 11h, estão previstos os depoimentos da mãe e do estudante na 20ª DP. Ele deverá responder aos crimes na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), por ser menor. Em seguida, a diretora prestará novo depoimento. Peritos também vão ao colégio.

domingo, abril 04, 2010

Chaninha em alguns lugares ,quer dizer chinelo !


" O sindicato do RJ decidiu denunciar a Prefeitura ao MP por causa da frase de uma cartilha que diz: "Minha chaninha não cheira bem. Cheira a chulé". Alega que a palavra pode significar chinelo em algum lugar, mas no Rio, quer dizer outra coisa.

João Batista Araújo e Oliveira, presidente do Instituto Alfa e Beto, que fez a cartilha ( e não o Instituto Ayrton Senna ) sai em defesa do livro.

Para oliveira, uma coisa são palavras obscenas, que não devem constar de livros didático. outra são regionalismos ou gírias locais.

_ Como poderia um autor identificar identificar todos os regionalismos, gírias e conotações que as palavras podem ter em contextos particulares? Seria o caso de proibir autores lusitanos que falam de bichas e raparigas? _ questiona ele."

O GLOBO - 30/03/2010 - Coluna de Ancelmo Góis
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...