sábado, fevereiro 26, 2011

Para meu marido

amigo da onça

O Amigo da Onça
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.Ir para: navegação, pesquisa
O Amigo da Onça é um personagem criado por Péricles de Andrade Maranhão (14 de agosto de 1924 - 31 de dezembro de 1961) e publicado pela primeira vez na revista O Cruzeiro em 23 de outubro de 1943.

Satírico, irônico e crítico de costumes, o Amigo da Onça aparece em diversas ocasiões desmascarando seus interlocutores ou colocando-os nas mais embaraçosas situações.

[editar] A criação
O famoso personagem foi criado pelo cartunista pernambucano Péricles de Andrade Maranhão, em 1943, e publicado de 23 de outubro de 1943 a 3 de fevereiro de 1962. Os diretores da revista O Cruzeiro queriam criar um personagem fixo e já tinham até o nome, adaptado de uma famosa anedota.

“ Dois caçadores conversam em seu acampamento:
— O que você faria se estivesse agora na selva e uma onça aparecesse na sua frente?

— Ora, dava um tiro nela.

— Mas se você não tivesse nenhuma arma de fogo?

— Bom, então eu matava ela com meu facão.

— E se você estivesse sem o facão?

— Apanhava um pedaço de pau.

— E se não tivesse nenhum pedaço de pau?

— Subiria na árvore mais próxima!

— E se não tivesse nenhuma árvore?

— Sairia correndo.

— E se você estivesse paralisado pelo medo?

Então, o outro, já irritado, retruca:

— Mas, afinal, você é meu amigo ou amigo da onça?



Após a morte do autor, em 1962, o personagem continuou sendo publicado, desenhado pelo cartunista Carlos Estevão, até 1972

sexta-feira, fevereiro 25, 2011

Eu amo essa novela :Vale Tudo

Raquel Accioli está separada de seu marido, Rubinho, há cerca de dez anos, época em que, depois de uma violenta discussão, ela decidiu abandoná-lo e ir viver com a filha, a ambiciosa Maria de Fátima, na casa do pai, Salvador, em Foz do Iguaçu, no Paraná. O único bem da família é uma casa modesta que Salvador passou para o nome da neta, de modo que, quando este morresse, nada lhe faltasse. Raquel vive como guia de turismo e, quando Salvador morre, Fátima, sem dizer nada à mãe, vende a casa e parte para o Rio de Janeiro em busca de ganhar a vida, não importando como. No Rio ela se envolve com César Ribeiro, um ex-modelo que teve o mundo das passarelas literalmente a seus pés, e que atua como garoto de programa. Raquel parte para o Rio à procura da filha. Maria de Fátima é apresentada por César a Solange Duprat, produtora de moda da revista Tomorrow, passando a atuar como modelo e a morar na casa de Solange, e usa Solange para se aproximar de Afonso Roitman, namorado da jornalista, e se casar com ele.
A trama passa então a mostrar a dualidade: Maria de Fátima buscando ficar rica com o casamento arranjado, enquanto Raquel, vendendo sanduíches na praia, acaba subindo na vida e, de maneira honesta, vira dona de uma rede de restaurantes industriais.

Raquel inicia um namoro com Ivan Meireles, porém ele acaba se casando com Helena Roitman, o que opõe Raquel a Odete Roitman, já que esta quer afastar, de qualquer forma, Raquel de Ivan.

Como o casal acaba se reaproximando, Odete dá sua última cartada: manda Ivan subornar um agente da alfândega brasileira para liberar equipamentos retidos, só que a empresária filma a cena e passa a chantagear Raquel e Ivan, o qual acaba sendo preso por corrupção.

Paralelamente, outros temas foram abordados:

A pintora Helena Roitman (Renata Sorrah), filha de Odete, luta contra o alcoolismo e conhece o amor com William (Dennis Carvalho).
Bartolomeu (Cláudio Corrêa e Castro), pai de Ivan, fica desempregado, e tem dificuldade em arranjar emprego por não saber utilizar computador.
Ivan (Antônio Fagundes), ao perder o emprego na empresa de Odete, passa a ser subgerente de um hotel.
Marco Aurélio (Reginaldo Faria), vice-presidente da empresa de aviação de Odete Roitman, a TCA, comete diversas irregularidades e desvia o dinheiro da empresa para a sua própria conta.
A irmã de Marco Aurélio tem um caso com outra mulher. À época, considerava-se que devido a polêmica acerca das personagens homossexuais, Gilberto Braga teve de eliminar da trama a irmã de Marco Aurélio, Cecília (Lala Deheinzelin). Mas segundo a atriz Cristina Prochaska, a morte da personagem já estava prevista por o autor.Tiago(Fábio Villa Verde), o filho de Marco Aurélio é tímido, virgem, não tem namorada e seu pai desconfia de que seja gay, pois ele fica ouvindo música clássica com seu amigo André (Marcello Novaes) no quarto.
No último capítulo, Marco Aurélio foge do país com a mulher Leila e dá uma "banana" (gesto ofensivo) para o Brasil.
Quem matou Odete Roitman?No capítulo 193, que foi ao ar no dia 24 de dezembro de 1988, sábado de Natal, a vilã Odete Roitman (Beatriz Segall) foi assassinada com 3 tiros. Apesar do mistério do assassino ter durado apenas 13 dias, o assunto dominou as conversas pelo país, lançando a pergunta "Quem matou Odete Roitman?

Retirei o final,pois...eu não sei o final !

Para Drika,Dr.Carlinhos,Diego e outros mais

Canção Da América
Milton Nascimento
Composição: Fernando Brant e Milton Nascimento
Amigo é coisa para se guardar
Debaixo de sete chaves
Dentro do coração
Assim falava a canção que na América ouvi
Mas quem cantava chorou
Ao ver o seu amigo partir

Mas quem ficou, no pensamento voou
Com seu canto que o outro lembrou
E quem voou, no pensamento ficou
Com a lembrança que o outro cantou

Amigo é coisa para se guardar
No lado esquerdo do peito
Mesmo que o tempo e a distância digam "não"
Mesmo esquecendo a canção
O que importa é ouvir
A voz que vem do coração

Pois seja o que vier, venha o que vier
Qualquer dia, amigo, eu volto
A te encontrar
Qualquer dia, amigo, a gente vai se encontrar.

Pode ser "trash",mas lembra a minha infância (1963) - Roberto Carlos

terça-feira, fevereiro 22, 2011

Amigo é coisa de se guardar dentro de 7 chaves

Hoje e


Eu resolvi falar de coisas boas que aconteceram durante e depois do meu acidente.Sempre temos aspectos positivos a considerar.Descobri que ainda existem pessoas que valem a pena,não só como profissionais,mas amizade mesmo.Dois amigos surgiram do nada.Doutor Antônio Carlos Garcia Mayall(médico que já não existe mais na praça),competente além da conta e Diego Pereira de Souza(fisioterapeuta),que em poucos dias conseguiu fazer com que eu saísse de uma cama e cadeira e pudesse caminhar dentro de casa.Ele conseguiu me fazer sentir melhor e acreditar que em breve voltarei andar normalmente.Os dois são pessoas excepcionais e amigos de verdade,ambos ficaram como pontos positivos na minha vida.Mais que profissionais,mais que amigos,pessoas da mais alta qualidade,gente de verdade que eu nunca irei esquecer.Fica aqui minha gratidão a ambos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...